IMG_2957.JPG

SRD50ANOS

FAÇA DO “AGORA” SUA SEGUNDA CHANCE – SE REINVENTE!

Por Denise Andrade Gomes

 

Quantas vezes eu ouvi nestes dois últimos meses desde a criação de nossa página no Facebook a frase "Tarde demais para mim", inclusive pelo direct do Instagram, que é mais recente.

 

Nos dois meses em que tenho escrito os artigos publicados no Facebook e no Instagram, é uma pergunta que eu ouvi muitas vezes. A reinvenção profissional não é apenas para jovens? E se eu for muito velha? Como posso passar anos treinando para algo novo, quando já estou perto da aposentadoria? É verdade: a reinvenção em sua carreira é diferente quando ocorre mais tarde, mas existe algo libertador nisso, porque você não tem mais aquela obrigação para com os filhos: educação, alimentação, etc. e tal. É assustador, mas isso não significa que é impossível.

 

De fato, é cada vez mais essencial para qualquer profissional que aspira permanecer na força de trabalho por qualquer período de tempo. As pessoas precisam se reinventar para se encaixarem no novo contexto de trabalho.

 

Entenda que você faz tem tempo suficiente . 

 

Algumas pessoas pensam que não vale a pena realizar grandes mudanças mais tarde na vida. Outros discordam - como minha mãe, que decidiu cursar a universidade depois dos 50 anos, porque ela poderia ser dois anos mais velha, ou dois anos mais velha com curso superior. Se você já está ganhando a aposentadoria, pode absolutamente se reinventar, mas pode querer considerar mudanças mais sutis, como fazer aulas paralelas para expandir suas habilidades, do que levar vários anos para obter um doutorado.

 

Claro que você está superqualificado. 

 

Ouvi falar de muitos "reinventadores" que foram recusados ​​para empregos em novas áreas porque estão superqualificados. Francamente, você pode ver o porquê. Depois que alguém é um executivo poderoso, é desconcertante entender por que se contentar com algo remotamente menos prestigioso (exceto o verdadeiro desespero econômico). Eles não ficariam ressentidos o tempo todo? Em vez de evitar o problema, aconselho os profissionais mais experientes a buscarem um emprego em que possam liderar. 

 

Seja ativo nas mídias sociais. 

 

Por que você deve ser ativo nas mídias sociais? Porque - para melhor ou para pior - não é mais opcional. É ainda mais crítico para executivos com mais de 50 anos terem presença social, porque é cada vez mais visto como um up para se manter atualizado profissionalmente. Se sua habilidade digital estiver ausente e você não estiver presente em sites básicos como LinkedIn, por exemplo, provavelmente será descartado como ludita (avesso a inovações tecnológicas). De fato, até a noção básica de escrever um currículo está se tornando antiquada.

 

Conecte-se com o seu passado – já falei isso centenas de vezes. 

 

Todos sabemos que é provável que as oportunidades profissionais venham da nossa rede de contatos existente. Mas muitos não percebem que algumas das informações e oportunidades mais valiosas vêm de "contatos inativos" ou de pessoas com as quais perdemos contato no passado.  Assim como os contatos inativos, os vínculos adormecidos oferecem novas informações: nos últimos anos em que você se comunicou pela última vez, eles se conectaram com novas pessoas e reuniram novos conhecimentos. A história e a experiência compartilhada tornam mais rápido e mais confortável a conexão novamente, e você pode contar com eles para se importar mais com você do que com seus conhecidos. Talvez seja hora de entrar em contato e se reintroduzir.

 

Surpreenda as pessoas. 

 

Por outro lado, seus amigos – contatos ativos - as pessoas com quem você trabalha de perto - podem ter desenvolvido ideias fixas sobre quem você é e do que é capaz, especialmente se você trabalha na mesma empresa ou setor há muito tempo. Se você deseja se reinventar, precisa reverter essas suposições e, de maneira esperançosa, fazer isso de maneira dramática, para que elas com certeza notem. Faça questão de assumir um papel inesperado de liderança, participe de uma aula em um novo assunto, como programação de computadores, ou solicite explicitamente uma tarefa que diferente em seu emprego. Faça-os parar e questionar suas suposições sobre você.

 

Reinvenção após 50 é mais do que possível; é essencial manter suas habilidades atualizadas e realizar seu trabalho. Entre manter-se atualizado com as mídias sociais, possuir sua história, reconectar-se com contatos antigos e mudar a visão ossificada que os colegas atuais podem ter de você, são essenciais para o próximo capítulo de sua vida profissional.

 

O envelhecimento é assustador, mas fascinante. E um grande talento se transforma de maneiras estranhas e muitas vezes esclarecedoras.

 

Você atinge um ponto de virada na vida quando forças externas e anseios internos se combinam para convencê-lo de que você precisa de um novo caminho para permanecer vital e relevante. 

 

Frequentemente esse processo começa no trabalho, à medida que jovens profissionais surgem e a tecnologia reformula o mercado de trabalho, e muitos de nós começam a se sentir marginalizados. Então você procura - ou é forçado a buscar - uma nova maneira de ganhar a vida.

 

Ou, com um senso mais agudo da passagem do tempo, você pode simplesmente se sentir inspirado a finalmente perseguir um sonho profissional de longa data.

 

83613f35-8d31-4cd4-9a0b-9662f28ef7fa.JPG
AJUDANDO VOCÊ A SE REINVENTAR DEPOIS DOS 50 ANOS

Por Denise Andrade Gomes

 

Depois que uma grande mudança acontece em nossas vidas (deixando o trabalho, relacionamento ou perdendo a pessoa amada, ou, ainda, mudando para oura cidade), é normal sentir medo e confusão. Muitas pessoas ficam tão desanimadas que simplesmente param de procurar um novo caminho. Mudança significa uma oportunidade para se reinventar. Talvez você esteja sozinho pela primeira vez desde os vinte e poucos anos ou esteja sozinho há anos. Fazer 50 anos pode ser mais do que um número; um alerta e a possibilidade de encontrar-se bem a tempo de agir sobre quem você é e o que deseja. É tarde demais para se reinventar depois dos 50? Definitivamente não.

 

Aqui, aponto seis etapas principais para pessoas maduras que esperam fazer uma transição significativa.

 

Crie uma visão para o seu futuro

 

Antes de começar, é útil identificar claramente o que você deseja alcançar através de sua reinvenção. Imagine o futuro que você deseja, seja simplesmente um sentimento ou uma situação como uma nova carreira. Imagine como será a sensação de estar naquele novo lugar. Fique em pé por um momento e silenciosamente expresse sua gratidão por tudo que veio antes. Depois de agradecer o passado, avance, com gratidão, imagine-se se afastando do passado e caminhando em direção ao futuro.

 

Entenda que você tem tempo suficiente

 

Não há motivo para você não explorar áreas totalmente novas. Além disso, há também uma enorme libertação ao atingir os 50 anos. Você pode se sentir menos compelido a agradar aos outros e mais livre para agradar a si mesmo.

 

Você tem o dom da experiência para guiá-lo

 

Procure pistas sobre o que o te encheu de orgulho no passado e o que o deixou querendo mais.

 

Ligue para amigos e família

 

São eles que o conhecem (mas cuidado, nem sempre é assim) e que podem incentivar sua reformulação, ou, no mínimo, ajudar com pequenas mudanças que permitem que você seja mais feliz e saudável. Esteja aberto às sugestões deles, mas não abandone seus projetos futuros.

 

Entenda que você não está sozinho

 

Você pode ser muito confiante, mas a ajuda de amigos e entes queridos, são sempre bem-vindas. Aos 50 anos ou mais é o momento perfeito para renovar nossos sonhos, porque já sabemos de nossas falhas e onde está nossas forças.

 

Conecte-se com seu passado

 

Entre em contato com sua rede de contatos existente. Mas muitos não percebem que algumas das informações e oportunidades mais valiosas vêm de "laços inativos" ou de pessoas com as quais perdemos contato no passado.

 

Criamos oportunidades, usando todas as ferramentas à nossa disposição

 

Embora começar de novo aos 50 anos ou mais não seja uma grande tarefa, pode ser feito! Lembre-se, pode parecer que você está sendo arremessado de um avião, mas na verdade está a apenas cinco centímetros do chão.

 

Lembro de quando o papai decidiu mudar para cá, nesta chácara, logo depois da morte de mamãe. Eu tentei de todas as formas dissuadi-lo. Pensei nos perigos que ele estaria correndo sozinho. Isto foi há 12 anos atrás. Mas ele estava determinado. Juntou suas coisas e veio. No começo enfrentou algumas dificuldades com as coisas que estava acostumado que minha mãe fazia para ele. Passado algum tempo, ele estava mais feliz e mais saudável e, melhor, superando de forma mais positiva o falecimento da mamãe.

 

Comigo aconteceu a mesma coisa. Passados 11 anos percebi que o papai não poderia mais viver sozinho, pois já se encontrava com idade avançada. E da mesma forma, meu filho mais velho, também, tentou de todas as formas me dissuadir da ideia. Deixando de lado o que me moveu a fazer esta mudança, acabei vindo para cá. Deixei para trás uma casa montada com muito esforço e trabalho, meus entes queridos, meus amigos e, pior, minha carreira já consolidada.

 

Foi assustador, porque não havia sido uma escolha fácil. Hoje estou como o papai. Mais saudável, mais feliz e, principalmente, vendo novas direções que posso seguir.

 

Embora, no início seja muito assustador, com tempo você vai perceber que essas mudanças nos renovam e nos criam estímulo para prosseguir nossa jornada. É libertador quando acordamos de manhã, e como jovens, podemos novamente sonhar com o futuro.

 

8a699e52-3e40-4183-8012-7a0225a6e216.JPG
CONTINUE SE REINVENTANDO PROFISSIONALMENTE ...OLHA EU AQUI!

Por Denise Andrade Gomes

 

 

Lembra quando você estava apenas começando? Depois do ensino médio ou da faculdade, você provavelmente tinha uma ou duas ambições para si mesmo. Dê um passeio pela memória e pense no que essas coisas eram. Algumas pessoas sempre tiveram o coração disposto a ajudar outras pessoas, mas acabaram trabalhando para uma grande corporação. Algumas pessoas podem querer apenas ser surfistas, ter sua própria banda ou ter seu próprio bar.

 

Muitos deles podem se identificar com esses tipos de ideias juvenis. Mas por que eles deveriam ser chamados de "jovens"? Reinventar a sua carreira depois dos 50 é um momento de reconsiderar todas as opções que antes pareciam irreais. Iniciar um bar ou restaurante de sucesso pode ser feito em qualquer idade. Talvez você não tenha o talento objetivo de ter uma banda, mas e quanto a trabalhar na indústria da música? Todas essas ideias que você teve uma vez agora são oportunidades. Muitas vezes não reconhecemos essas oportunidades porque estamos acostumados a pensar nelas como sonhos. 

 

Uma das coisas que temos em abundância aos 50 ou depois disso são as memórias. Já fomos a muitos lugares, fizemos coisas e conhecemos pessoas, e toda essa experiência pode nos ajudar a decidir a melhor maneira de nos reinventar. Este pode ser o melhor momento de nossas vidas.

 

Encare as mudanças

 

O mundo está mudando o tempo todo. Nos últimos 30 anos, vimos grandes mudanças sistêmicas em como pensamos, como trabalhamos, como nos comunicamos. Durante esses anos, vimos a ascensão do computador, do smartphone e chegamos à era da informação. Aos 50 anos, assistimos a todas essas inovações surpreendentes. Agora devemos enfrentar essas mudanças diretamente e ver como elas nos afetaram. Estamos longe dos "nativos digitais" que estão começando a trabalhar agora, e, admitir essa realidade nos ajudará a reinventar nossas vidas.

 

Mas enquanto o mundo está mudando, nós estamos mudando com ele. É um equívoco terrível, pensarmos que somos velhos demais para acompanhar o ritmo do mundo. Isso não é um fato - é uma escolha. E se chegamos à conclusão de que devemos adotar uma mudança de carreira, sabemos que podemos aprender as habilidades necessárias para permanecer no jogo.

 

Se queremos iniciar um novo negócio, muitas das ferramentas tradicionais com as quais podemos estar familiarizados agora são diferentes. Isso significa apenas que precisamos ter algumas aulas, seguir alguns tutoriais on-line, ler alguns livros, para acelerar. Mas a pior coisa que alguém poderia fazer é apenas levantar as mãos e dizer "Estou velho demais para isso".

 

Você não é muito velho a menos que decida ser.

 

Reformule sua “marca pessoal”

 

Uma marca pessoal é como queremos que as pessoas pensem em nós. Se moramos no mesmo lugar e conversamos com as mesmas pessoas há muitos anos, nossos amigos e colegas pensam que “conhecem” nossa marca pessoal. Eles esperam certas ações e reações de nós. Mas, no processo de se reinventar para sua própria carreira, você também desejará pensar em reinventar e reformular sua marca pessoal.

 

Onde usamos currículos para mostrar nossas carreiras e conhecimentos, agora tudo se resume a criar sua marca pessoal on-line. Usando o Facebook e o LinkedIn , você pode criar sua própria narrativa pessoal e permitir que as pessoas entendam a nova direção que você está tomando. Atualize sua foto, escreva um bom resumo de suas ambições de carreira e conecte-se a alguns artigos relevantes, e as pessoas o seguirão em sua nova marca pessoal em um piscar de olhos.

 

Uma coisa porque as pessoas têm medo de mudar de carreira ou de escolha de vida é pensar em como seus colegas e amigos olharão para você. Mas se você mudar sua marca pessoal em um ritmo lento, descobrirá que as únicas reações serão de admiração e respeito!

 

Estenda a mão

 

Pense em quantas pessoas você conheceu ao longo dos anos! Você tem ex-colegas, colegas de classe, amigos e conhecidos, pessoas que conheceu em trens e aviões e uma pilha de cartões de visita. Este é um ótimo momento para restabelecer o contato com pessoas que você já conheceu ou perdeu contato.

 

Por mais que você esteja mudando, eles também estão mudando. Talvez um seja um investidor procurando uma nova oportunidade. Talvez um seja o guru do desenvolvimento de software. Talvez alguém faça parte de uma rede para profissionais mais velhos, empresas de tecnologia ou empreendedores. Até você folhear sua lista de contatos e contar a eles das suas ideias, você nunca saberá como algumas das pessoas que você já conhece podem ajudá-lo em sua auto reinvenção.

 

Nossos contatos e as pessoas que conhecemos em nossas carreiras são certamente uma enorme vantagem oferecida pela idade, e devemos aproveitar ao máximo para ver quem está na ativa, o que está fazendo e como podemos ajudar um ao outro a alcançar nossos objetivos.

 

Sem mencionar que alguns deles podem ser clientes em potencial para o seu novo negócio!

 

Obtenha ajuda

 

Quando você chega ao ponto em que aprendeu novas habilidades e adquiriu novos conhecimentos, sempre haverá um momento em que você precisará de mais ajuda. Quando você está reinventando sua carreira, nunca perca de vista o fato de que você não precisa fazer isso sozinho! Pelo contrário, as tendências do mercado apontam para mais cooperação e divisão em especialização.

 

Se você deseja criar um site para ajudar as pessoas com suas necessidades médicas, por exemplo, precisará de um engenheiro de software, um desenvolvedor da web e provavelmente um médico para consultar. Ninguém espera que você aprenda tudo isso sozinho. Na sua nova ideia de negócio, pense em quais conhecimentos você precisará, faça um orçamento e corra atrás de viabilizá-lo.

O autoconhecimento é outro atributo que se desenvolve com a idade que nos servirá bem em nossas novas carreiras. Sabemos o quanto “sabemos” e sabemos onde uma mão amiga será necessária. O mito popular sobre as startups é que elas nascem do cérebro de um único gênio. A maioria das empresas de maior sucesso, no entanto, nasceu de uma visão e da decisão de obter ajuda especializada para torná-la real. Veja Jobs, Zuckerberg e Musk. Todos eles sabem como se cercar das pessoas certas para realizar o trabalho.

 

Eu mesma me vi obrigada a me reinventar aos 60 anos. Já falei diversas vezes que sou advogada, mas aqui, onde vim morar recentemente não existe mercado de trabalho. E o que eu fiz? Estou aqui, com vocês. Alguns dizem que virei blogueira aos 62, outros preferem dizer que virei uma influenciadora digital. Só sei que estou fazendo o que sempre quis fazer, mas nunca tive tempo: escrever e me comunicar com as pessoas por todos os meios digitais.

 

Então o que você está esperando? Mão na massa e comece logo sua reinvenção profissional.